Vendas em dispositivos móveis crescerão 35% em 2015 na AL

TCS Estudo da Global de Tendências da TCS mostra que o desenvolvimento de aplicações móveis é um componente crítico para a diferenciação competitiva.

As transações de vendas do consumidor realizadas através de dispositivos móveis crescerão 35% até 2015 na América Latina, de acordo com um estudo encomendado pela Tata Consultancy Services (TCS) empresa líder em serviços de TI, consultoria e soluções de negócios.

O estudo El Nuevo Consumidor Digital Móvil (O Novo Consumidor Digital Móvel) destaca a importância de desenvolver uma estratégia corporativa para as interações realizadas pelos dispositivos móveis. Em uma tendência similar às das transações de vendas, os serviços ao cliente e as campanhas de marketing específicas para tablets e smartphones também experimentarão um crescimento substancial, aumentando em 38% e 40%, respectivamente, nos próximos 3 anos.

As empresas que reportaram o maior sucesso com os consumidores móveis digitais são aquelas que se adaptam mais rapidamente às novas plataformas, como os tablets. Globalmente, as empresas líderes tiveram em média 25% das suas aplicações móveis desenhadas especificamente para tablets. Por outro lado, as empresas com o menor sucesso somente tiveram 17%. A rápida adoção de múltiplos dispositivos móveis, tanto pelos consumidores quanto por empregados, no entanto, requer que as estratégias continuem evoluindo ainda mais.

As empresas precisam cada vez de mais aplicações desenhadas para serem implementadas tanto em telefones inteligentes quanto em tablets. As companhias líderes que fizeram parte deste estudo reconhecem que esta estratégia permite que ajustem as suas aplicações de forma mais eficiente através de grupos de usuários e tipos de dispositivos móveis. Na América Latina, durante 2012, 28% das empresas tiveram aplicações disponíveis tanto para smartphones quanto para tablets e segundo a pesquisa esse percentual será de 34% em 2015, ou seja, mais de um terço de todas as aplicações serão planejadas para serem utilizadas em ambos os tipos de dispositivos.

“As empresas orientadas ao consumidor precisam desenvolver estratégias móveis digitais fortes e bem executadas, para que possam capitalizar as enormes oportunidades de vendas, marketing e serviço que estão surgindo via dispositivos móveis”, comenta Ankur Prakash, Presidente e COO para a TCS América Latina. “Os smartphones estão se tornando os dispositivos computadorizados preferidos dos consumidores enquanto estão em movimento, e, por sua vez, os tablets estão tendo um maior papel para estes consumidores quando estão em suas casas. Como resultado, os dispositivos móveis estão tornando a experiência dos consumidores em interações contextuais de qualquer local e a qualquer hora, e estão se tornando o novo campo de batalha para atrair e manterem-se rentáveis”.

“No estudo El Nuevo Consumidor Digital Móvel (O Novo Consumidor Digital Móvel) descobrimos através de diferentes setores que muitas empresas já fazem os altos executivos estimarem as interações de vendas, marketing e serviço através de dispositivos móveis aumentem drasticamente durante os próximos anos. As empresas que falharem em prestar atenção a estas interações, via dispositivos móveis, arriscam ficar à margem dos seus concorrentes, e perderão valiosas oportunidades de vendas”.

As companhias também estão começando a entender a necessidade de diversificar a questão das aplicações para melhorar a forma do trabalho interno. Em 2012, as empresas latino-americanas tradicionais terão um maior número de aplicações desenvolvidas para os representantes de serviços ao cliente (26 aplicações), em comparação com       as aplicações desenhadas para os vendedores (17), ultrapassando aquelas para os consumidores (13). Para 2015, a área de atendimento ao cliente continuará acelerando o seu passo (34), com aplicações para os vendedores (26), que mantêm a liderança sobre aquelas para os consumidores (20).

Metodologia:

A TCS desenhou o estudo focando nas indústrias de consumo, tanto companhias industriais quanto de serviço, em quatro regiões do mundo: América do Norte, Europa, Ásia Pacífico e América Latina. A pesquisa on line foi realizada pela ResearchNow e incluiu 664 participantes. As empresas participantes foram divididas em dois grupos: aquelas cuja percepção é a de estar à frente da concorrência, ganhando o consumidor digital móvel, e aquelas que estão por trás da tendência. Adicionalmente à pesquisa on line, entrevistou-se com maior profundidade sete organizações sobre as suas iniciativas móveis individuais. Confira o estudo completo em http://www.tcs.com/SiteCollectionDocuments/Trends_Study/TCS_Digital_Mobile_Consumer_Report_0912-1.pdf?utm_source=PressRelease&utm_medium=Wire&utm_content=Report&utm_campaign=Digital%2BStud

 Sobre a Tata Consultancy Services Ltd. (TCS)

A Tata Consultancy Services (TCS) é uma empresa especializada em serviços de TI, soluções de negócios e outsourcing. Como parte do Grupo Tata, maior conglomerado econômico da Índia, a TCS mantém operações em 44 países e conta com mais de 254.000 profissionais. A receita da companhia no ano fiscal 2011-2012 foi de US$ 10,17 bilhões. A TCS América Latina é o braço de negócios da consultoria indiana que opera em países como Brasil, Uruguai, Chile, Argentina, Colômbia, México, Peru e Equador. Na região a TCS conta com mais de 8.000 consultores e cerca de 150 clientes. Com operações no país desde 2002, a TCS Brasil fornece serviços e soluções de TI, outsourcing e BPO para cerca de 30 clientes, entre os quais estão as principais instituições financeiras do país, companhias de telecomunicações, empresas de mineração, energia, entre outras. A TCS possui um Centro Global de Desenvolvimento localizado em Alphaville (São Paulo) que conta com dupla certificação CMMI 5, para as áreas de serviços (CMMI-SVC) e desenvolvimento de software (CMMI-DEV). As ações da TCS estão listadas nas bolsas indianas National Stock Exchange e Bombay Stock Exchange. Mais informações: www.tcs.com

Os comentários estão desativados.