Você sabe cuidar e utilizar sua bolsa para água quente?

Alguns detalhes básicos aumentam o tempo de vida útil da bolsa para água quente e evitam possíveis vazamentos e rachaduras. Atenção ao tempo de aplicação da bolsa na pele, também é fundamental para um bom tratamento.

Com a ocorrência de dias mais frios, muitos de nós aproveitamos para tirar a bolsa para água quente do armário e já deixá-la pronta para aquecer a cama ou os pés. O que muitas pessoas não sabem é que a bolsa para água quente pode ser usada também para o tratamento de dores por meio da termoterapia, ação do calor que funciona como um eficiente analgésico após 48 horas da ocorrência de traumas ou lesões.

Cólicas menstruais, abdominais e infantis, dores na coluna e reumáticas, lesões musculares na fase crônica (entorses, contusões, distensões, contraturas, torcicolos, entre outras), são alguns dos casos onde a aplicação da bolsa para água quente dilata os vasos sanguíneos e facilita a circulação do sangue, amenizando as dores.

“Aplicar a bolsa para água quente por cerca de 20 minutos na região atingida é o suficiente para amenizar as dores e até mesmo aquecer o corpo”, destaca Tânia Fleig, fisioterapeuta pertencente ao Núcleo de Conhecimento Técnico da Mercur (CREFITO 14408F). Tânia lembra também que para o uso da bolsa para água quente em casos de lesões musculares e dores na coluna, por exemplo, é indicado antes consultar um profissional da saúde que indique o seu uso.

O cuidado com a temperatura da água na hora de utilizar a bolsa para água quente é essencial para garantir a segurança do usuário. É importante colocar a água que será utilizada na bolsa em um outro recipiente e para cada três medidas de água fervente, é indicado adicionar uma medida de água fria. É essa mistura que garante a temperatura ideal para a aplicação terapêutica da bolsa.

Também é muito importante antes de aplicar a bolsa na pele, verificar se ela não apresenta vazamentos, deformações ou rachaduras, ou se tem as paredes pegajosas. Caso apresente alguma dessas características, a bolsa pode estar danificada internamente e será necessário descartá-la. Após enchê-la e fechá-la, é importante deixar o bocal voltado para baixo para verificar se está bem fechada e não apresenta vazamentos. Ao aplicar a bolsa para água quente é indicado envolvê-la numa capa ou toalha, tomando cuidado para proteger a pele.

 Nova embalagem

A Mercur recentemente alterou o formato da embalagem da bolsa para água quente, acrescentando ainda mais informações que atribuem melhor uso ao produto, justamente pensando na segurança e no bem-estar dos usuários.

Vários aspectos levaram à alteração da matéria-prima da embalagem, que hoje é produzida com 100% de papel oriundo de fonte renovável, com certificação Forest Stewardship Council (FSC), Conselho de Manejo Florestal que garante que a madeira utilizada em produtos ou embalagens seja produzida de forma ecologicamente adequada, socialmente justa e economicamente viável, cumprindo todas as leis vigentes.

Com essa alteração, a empresa deixa de consumir aproximadamente 20 toneladas de material não renovável por ano. As tintas utilizadas na impressão da embalagem são atóxicas, a cola é a base de amido e o verniz a base de água, tornando a embalagem totalmente biodegradável.

Sobre a Mercur:

Fundada em 1924, em Santa Cruz do Sul (RS), a Mercur que começou sua trajetória com produtos derivados da borracha, é hoje uma das marcas mais tradicionais do Brasil principalmente no segmento de material escolar e de escritório – no qual consagrou a imagem de sua borracha estampada com o deus Mercúrio no inconsciente coletivo de várias gerações de alunos. Empregadora direta de cerca de 550 colaboradores, a Mercur detém um portfólio de mais de 1,5 mil itens de educação e produtos para prática esportiva e saúde, como bolas de exercício, luvas, bolsas térmicas, muletas, colares cervicais, imobilizadores etc. A companhia também atua na área industrial com soluções customizadas, disponibilizando lençóis de borracha, correias atóxicas e peças técnicas, bem como pisos especiais e revestimentos. Visite o site: www.mercur.com.br.

 

Os comentários estão desativados.