ParPerfeito revela mitos e verdades do relacionamento

Estudo realizado pelo site quebra tabus e sugere dicas para o momento da paquera  

Encontrar um amor não é uma tarefa fácil para muitas pessoas. Com as mudanças de hábitos e costumes ocorridas no último século, isso se tornou desafio ainda maior, pois, agora, é necessário vencer o dilema das atitudes que são ou não aceitáveis durante os primeiros contatos. Para ajudar homens e mulheres nessa missão, o ParPerfeito (www.parperfeito.com.br), maior site de relacionamento do Brasil, efetuou uma pesquisa com 35 mil pessoas e descobriu quais os fatores que realmente impactam na fase da conquista.

Visão das mulheres

Os dados derrubam a máxima de que mulheres gostam de dinheiro e mostram que elas ainda priorizam o que sentem. Para 72% das entrevistadas, a marca do carro e o conforto não são importantes, o que conta é o amor. Aliás, o desapego está em moda no sexo feminino visto que 84% das mulheres se mostraram dispostas a se relacionar com um parceiro que ainda more com os pais. E, na hora de ganhar presentes, a maioria prefere flores (44%) a joias (33%), logo realmente não é o dinheiro que interessa.

Visão dos homens

Segundo o estudo, os homens estão mais sociáveis e dispostos a romper barreiras geográficas:  79% dos entrevistados namorariam alguém de outra cidade ou país e 54% se relacionariam com uma mulher “baladeira” porque  também são sociáveis e gostam de conviver com os amigos. O medo de mulheres que se mostram apaixonadas demais no primeiro encontro se restringe a apenas 10% dos homens, a maioria 63%, deixa rolar para ver no que dá antes de sair correndo.

A pegadinha da conta

O foco da mulher não é o dinheiro, mas coitado do incauto que não se oferecer para pagar a conta no primeiro encontro. Na verdade a maioria das mulheres (44%) confessa que só se oferece para dividir a conta para testar a reação do homem e 25% sequer se oferecem, pois acham que é obrigação dele. Quase metade das mulheres (47%) desistiria sem pestanejar de um pretendente por conta dessa “gafe” no primeiro encontro. A boa notícia é que os homens estão alinhados: 70% deles não questionam dividir a conta pois acham que é uma questão de educação. E homens, nem pensem em ficar olhando seus e-mails na hora do jantar. A maioria das mulheres (22%) não admitem esse comportamento, principalmente no primeiro encontro.

Homens se apaixonam pelo que veem, mulheres pelo que escutam

A pesquisa derruba alguns mitos, mas também reforça outros. Não tem jeito, mulher gosta de conteúdo. O que mais desmotiva uma mulher em um site de relacionamento (39%) é quando o rapaz fala ou escreve errado. Já para os homens é o perfil da mulher não conter suas fotos (27%). Com relação à abordagem, elas ainda preferem a conquista à moda antiga: 51% das mulheres gostam de ser cortejadas e 41% das entrevistadas afirmam que o homem cavalheiro marca pontos. Na hora da cantada, a opinião de 68% das entrevistadas divide-se, igualmente, entre as cantadas: clássica (Você vem sempre aqui?) e fofa (Quer ficar com o cara mais lindo da festa? Sim. E comigo?).

Ligar ou não ligar, eis a questão

Informação importante para as mulheres, 77% deles gosta quando elas ligam no dia seguinte, pois demonstra decisão e atitude. Outros 14% gostam por motivo menos nobre: quando a mulher telefona poupa o moço de ter que dar esse passo. E se ele não ligar no dia seguinte, não pense que foi culpa sua, 72% dos homens não ligam no dia seguinte simplesmente porque “não rolou química”. Não caia no papo “pessoa certa na hora errada” ou “não é você, sou eu”!

Guerra dos sexos

Para fechar com chave de ouro, a qualidade do sexo na primeira noite não parece ser um fator decisivo na hora de marcar um segundo encontro. Ambos disseram dar uma segunda chance para uma noite que não foi lá das melhores. Detalhe: nesse critério os homens são maisbenevolentes já que 90% sairiam novamente com a mulher mesmo depois de uma primeira noite de sexo ruim e 55% dos homens garantem que não vão avaliar a mulher se ela for para cama no primeiro encontro. Já 71% das mulheres, também daria uma segunda chance para eles. E para quem acha que as mulheres estão muito atiradas, a pesquisa revelou que 39% delas não iria para a cama no primeiro encontro.

Confira os destaques da enquete no infográfico abaixo:


Sobre o ParPerfeito
Fundado no ano de 2000, o ParPerfeito pertence ao grupo Match Latam, resultado da fusão dos dois gigantes em relacionamento online: Meetic e Match.com, e conta com aproximadamente 30 milhões de usuários no Brasil. Entre os seus principais diferenciais para os usuários está a excelência tecnológica, que permite buscas detalhadas por critérios específicos dos perfis cadastrados, ferramentas de interação entre os usuários, política de privacidade, além da facilidade de navegação do site. Os consumidores podem se cadastrar a qualquer momento gratuitamente, porém somente os usuários pagantes têm acesso a benefícios e ferramentas exclusivos.  www.parperfeito.com.br.
Sobre o Match Latam
O Match Latam é resultado da fusão na América Latina dos dois gigantes em relacionamento online: Meetic e Match.com. Operando desde março de 2010, é proprietário dos sites ParPerfeito, o maior em relacionamento online no Brasil, Divino Amor, portal direcionado a evangélicos, e G Encontros, para gays, lésbicas e bissexuais. O grupo ainda opera em outros países, como Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru e tem 60 milhões de usuários na América Latina. www.matchlatam.com.

Os comentários estão desativados.