Fato: Moço bonito não paga, mas também não leva

Ela se ofereceu para pagar a conta? Se ligue, pode ser uma armadilha! Segundo a pesquisa realizada pelo ParPerfeito (www.parperfeito.com.br), maior site de relacionamento do Brasil, boa parte das mulheres (44%) quando se oferece para pagar a conta (ou dividir) quer na verdade é testar a reação do rapaz. Um quarto delas sequer se oferece para dividir, pois acha que é obrigação do homem.

A enquete, realizada com cerca de 35 mil pessoas, aponta ainda que 47% das mulheres são mais radicais e confessam que, se ele não pagar a conta no primeiro encontro, desistem do relacionamento. Parece que os homens já entenderam o recado, pois 70% deles afirmam que pagam a conta no primeiro encontro, por uma questão de educação. Ou será de segurança? Confira, abaixo, os resultados da pesquisa: 

Sobre o ParPerfeito:

Fundado no ano de 2000, o ParPerfeito pertence ao grupo Match Latam, resultado da fusão dos dois gigantes em relacionamento online: Meetic e Match.com, e conta com aproximadamente 30 milhões de usuários no Brasil. Entre os seus principais diferenciais para os usuários está a excelência tecnológica, que permite buscas detalhadas por critérios específicos dos perfis cadastrados, ferramentas de interação entre os usuários, política de privacidade, além da facilidade de navegação do site. Os consumidores podem se cadastrar a qualquer momento gratuitamente, porém somente os usuários pagantes têm acesso a benefícios e ferramentas exclusivos.  www.parperfeito.com.br.

Sobre o Match Latam:

O Match Latam é resultado da fusão na América Latina dos dois gigantes em relacionamento online: Meetic e Match.com. Operando desde março de 2010, é proprietário dos sites ParPerfeito, o maior em relacionamento online no Brasil, Divino Amor, portal direcionado a evangélicos, e G Encontros, para gays, lésbicas e bissexuais. O grupo ainda opera em outros países, como Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru e tem 60 milhões de usuários na América Latina. www.matchlatam.com.

Os comentários estão desativados.