Dicas de corrida para os novos adeptos do esporte, segundo Levitas

O Centro de Bem-Estar criou o programa Levitas Velocitá para orientar veteranos e novatos na modalidade que virou moda nas ruas. Os treinos são realizados no Parque do Ibirapuera e os participantes contam com a infraestrutura do Levitas para correr com conforto e segurança.

O número de pessoas que descobriu na prática da corrida uma forma de escape do stress acumulado com a rotina atribulada do dia a dia e uma oportunidade para ingressar em algum esporte cresceu consideravelmente. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), de 2010 para 2011, houve um aumento de 22,6% no número de corridas de rua realizadas na capital paulista. A modalidade conta com muitos atrativos para quem procura algo prático e eficiente, se considerarmos que não requer um equipamento especial, oferece a possibilidade de se exercitar ao ar livre, e ainda é indicada pelos especialistas como a melhor opção para melhorar o fôlego e perder peso com qualidade.

O problema é que a maioria das pessoas não pratica o esporte de forma segura. Principalmente os iniciantes, que ansiosos pelos resultados prometidos não dão a importância devida para o acompanhamento de um profissional e esquecem de regras primordiais para evitar dores e lesões graves. Segundo levantamento do Spine Center, centro especializado em tratamentos de coluna do Hospital do Coração (Hcor), quase metade das mulheres (49,5%) e 39,3% dos homens que correm têm queixas de dores crônicas nas costas.

Atento para a demanda que surgiu com a popularização do esporte e com experiência acumulada ao longo de 10 anos, o Centro de Bem-Estar Levitas (www.levitas.com.br) preparou um manual com dicas para quem está começando a praticar o esporte. “Nosso papel, como profissional, é garantir que estas pessoas alcancem os objetivos esperados, seja em uma competição de rua, na perda de peso ou apenas na busca por prazer e entretenimento”, afirma o orientador físico e instrutor do Levitas Velocitá, programa de corrida do Levitas, Everton Casagrande. “Por falta de orientação, muitos cometem erros básicos e acabam desanimados com o surgimento de dores em determinadas partes do corpo”, conclui Casagrande.

O profissional fornece algumas dicas importantes para quem tem planos de iniciar no esporte e também aos novos adeptos. São elas:

Avaliação e acompanhamento de um profissional

O acompanhamento de um profissional, mesmo que não seja em tempo integral, é indispensável. Antes de definir qualquer treino estruturado, é preciso fazer uma avaliação da forma da pisada, do ritmo da respiração e identificar em que nível a pessoa está para adaptar sua experiência, que deve evoluir gradativamente: caminhar, marchar e só depois correr. A avaliação varia de acordo com as limitações e objetivos de cada indivíduo.

Preparo físico, aquecimento e alongamento

Para aguentar o impacto da corrida, o esporte deve ser acompanhado de alongamento e fortalecimento muscular. Atenção especial para os músculos abdominais e os das costas, que são estabilizadores da coluna.  Uma boa alimentação também pode ajudar a evitar possíveis câimbras. Em épocas mais frias, é importante priorizar o aquecimento prévio, pois no frio o sangue precisa irrigar o corpo de forma mais rápida para elevar sua temperatura, levando oxigênio às musculaturas, assim evitando lesões.

Frequência no treino

A  frequência ideal para a prática de iniciantes na corrida é um dia sim e outro não, de forma que o corpo tenha um dia de descanso para se recuperar do estímulo do dia anterior. No caso dos treinos mais avançados, não existem tantas restrições, a atividade é feita diariamente.

Respiração

Não existe uma regra para o ritmo de respiração, desde que seja confortável para quem está correndo, já que cada um precisa lidar com suas limitações.

Tênis e roupas adequados

Procure marcas de tênis que deixem sua pisada agradável e confortável. Aconselhamos realizar o teste de pisada para verificar em qual dos três tipos se enquadra: pronada, supinada ou neutra, pois o tênis adaptado irá evitar lesões no tornozelo. A roupa precisa ser o mais leve possível, de preferência com abertura nas laterais, para não atrapalhar a transpiração e permitir passadas mais largas. Pois com mais roupas a pessoa fica mais pesada e acaba usando mais energia, o que, consequentemente, irá aumentar a frequência cardíaca.

Sobre o Levitas Velocitá

As atividades do grupo de corrida acontecem de segunda à quinta-feira, das 20h às 21h30, e sexta-feira das 18h30 às 20h, no Parque do Ibirapuera. Além da localização privilegiada, em frente ao parque, o cliente que optar por realizar seu treino com os instrutores do programa conta com toda a infraestrutura do Levitas para correr com conforto e segurança. O pacote do programa contempla a análise da pisada, avaliações física, postural e nutricional,  um treino por mês aos sábados (das 8h às 9h30), planilha semanal de atividades, duas massagens relaxantes por mês e camiseta exclusiva. Tudo em prol da segurança na prática do esporte. Os interessados em integrar o Levitas Velocitá podem optar por dois planos: Anual (R$ 285 ao mês) e o Top, 24 meses, (R$ 253 ao mês). Informações podem ser obtidas pelo (11) 3054-7922 ou pelo email levitas@levitas.com.br.

Sobre o Levitas:

Criado em 2001 pelo cirurgião plástico e oncologista, Dr. Américo Marques, o Centro de Bem-Estar Levitas tem como objetivo proporcionar mais saúde e qualidade de vida aos seus clientes, respeitando o perfil de cada um na busca pelo bem-estar e pensando a medicina de forma integrada. Para isso, apoia-se em uma linha de trabalho baseada em atividades físicas, tratamentos estéticos, fisioterápicos e nutrição. O Levitas conta com profissionais altamente capacitados e apresenta como diferencial de mercado o acompanhamento full time dos clientes por um time de educadores físicos e fisioterapeutas. Os serviços incluem atividades físicas como musculação, postural, caminhadas e corridas monitoradas ao ar livre no Parque do Ibirapuera, Yoga, tonificação, Mat Pilates, ginástica funcional, hidroginástica, dança, bike, alongamento, Studio Pilates, Power Plate, reabilitação esportiva e RPG, bem como atividades específicas para gestante e pessoas com osteopenia e osteoporose. Na área de Touch (estética) destaque para o tratamento da hiperbárica (exclusivo Levitas), drenagem linfática, massagem relaxante, modeladora, Shiatsu, pedras quentes, peeling, entre outras. O Centro de Bem-Estar conta com 1.000 clientes ativos, na faixa etária de 26 a 55 anos, sendo 68% composto por mulheres. O Levitas possui um dos mais altos índices de satisfação do mercado, 50% dos clientes frequentam o espaço há mais de 5 anos. Mais informações pelo website: www.levitas.com.br ou pelo telefone (11) 3054-7922.

Os comentários estão desativados.