NVIDIA lança as primeiras GPUs GeForce baseadas na nova arquitetura Kepler

Mais rápida e eficiente GPU já criada, a GeForce GTX 680 oferece 300% mais performance e consome 28% menos energia, enquanto que a GeForce GT 640M é responsável pela performance dos Ultrabooks.

A NVIDIA anuncia o lançamento das primeiras GPUs (Unidades de Processamento Gráfico) baseadas na nova arquitetura gráfica Kepler: a GeForce GTX 680 para desktops e a GT 640M para notebooks, as quais oferecem excelente nível de desempenho para jogos e eficiência do pontos de vista energético.

Comparada com o produto mais próximo da concorrência, a GeForce GTX 580 é até 300% mais rápida na performance de tesselação DirectX11, e até 43% mais rápida em jogos de ponta, como o Elder Scrolls V: Skyrim(2), consumindo 28% menos energia(3). Já a GeForce GT 640M permite que as fabricantes trabalhem com ultrabooks e notebooks cada vez mais rápidos e leves.

“A arquitetura Kepler é a o maior avanço técnico da NVIDIA até hoje”, destaca Jen-Hsun Huang, CEO mundial da NVIDIA. “Ela representa a grande importância da eficiência energética para nós, fornecendo níveis de performance sem precedentes. Os gamers serão os primeiros a se beneficiar dos processadores Kepler, que tornam os jogos muito mais divertidos. Ao longo do ano, os outros produtos de nossa linha também migrarão para a arquitetura Kepler, liberando novas capacidades para os mercados de computação visual, paralela e móvel.”

A arquitetura Kepler se baseia em tecnologia de processo de 28 nanômetros e sucede a arquitetura Fermi de 40 nm, apresentada ao mercado em março de 2010.  Com mais de 1,8 milhão de horas de trabalho ao longo de cinco anos, as primeiras GPUs da NVIDIA com a arquitetura Kepler trazem para os consumidores de notebooks e desktops capacidades técnicas superiores. Tanto que nos próximos meses, ela será incluída em toda a linha de GPUs da empresa.

GeForce GTX 680:  Um casamento entre velocidade e eficiência

A GeForce GTX 680 oferece performance e eficiência no consumo de energia ao mercado de jogos para desktop, com uma experiência silenciosa, suave e extremamente rápida. A GTX 680 também fornece o dobro da performance por watt da GeForce GTX 580, o principal processador baseado em Fermi que ela chega para substituir.

Definindo o padrão para as GPUs futuras, a GTX 680 se baseia em uma gama de novas tecnologias, incluindo:

  • Um novo bloco multiprocessador de fluxo, conhecido como SMX, que oferece o dobro da performance por watt dos produtos da geração anterior;
  • Componentes especiais de placa, incluindo abafadores acústicos, tubos de calor de alta eficiência e paletas personalizadas, que oferecem uma experiência silenciosa de jogos;
  • A tecnologia NVIDIA GPU Boost, que ajusta dinamicamente as velocidades da GPU para aumentar a performance dos jogos;
  • As novas tecnologias de antisserrilhamento FXAA e TXAA e Vsync Adaptável que enriquecem a qualidade visual sem comprometer a performance dos jogos;
  • Suporta até quatro monitores separados – três deles em 3D – a partir de uma única placa para uma experiência incrível de jogos em 3D;
  • Fabricada com o novo processo de 28 nm da TSMC, com suporte a PCI-E Gen 3 e DX11.1.

“A GTX 680 é simplesmente incrível e redefine completamente o conceito de GPU para entusiastas. Recentemente antevemos o sucesso da GPU quando apresentamos a alguns desenvolvedores nossa demo de Samaritan rodando com a GTX 680 no pré-lançamento da Unreal Engine 4”, comenta Mark Rein, vice-presidente da Epic Games, criadora do Unreal Engine e da bilionária franquia “Gears of War”.

Família de GPU GeForce 600M: Colocando o “Ultra” nos Ultrabooks

A família NVIDIA GeForce 600M de GPUs, quando utilizada em conjunto com a mais recente tecnologia de processadores da Intel, permite ultrabook e notebook com designs finos, leves e rápidos. Os avanços tecnológicos que separam essa família da concorrência incluem:

  • Tecnologia NVIDIA Optimus™ que permite longa duração da bateria ativando e desativando a GPU automaticamente para que ela opere apenas quando necessário;
  • Os drivers de notebook NVIDIA Verde™ oferecem melhorias frequentes de performance e estabilidade;
  • O suporte ao mecanismo NVIDIA PhysX® dá vida aos jogos com físicas realistas;
  • A tecnologia NVIDIA 3D Vision™ opcional converte automaticamente mais de 650 títulos em 3D imersivo;
  • O software NVIDIA 3DTV Play™ opcional conecta notebooks com 3D Vision em TVs 3D;
  • A tecnologia NVIDIA SLI® reúne duas GPUs NVIDIA GTX para dobrar a performance de jogos;
  • A arquitetura NVIDIA CUDA® suporta aplicativos de computação com GPU.

“Os consumidores estão perto de ver os fabricantes de notebook lançarem uma gama de ultrabooks que são realmente merecedores do prefixo ‘ultra’”, disse Rene Haas, gerente-geral de produtos para notebook da NVIDIA. “As GPUs GeForce 600M são mais eficientes e poderosas e aumentam a performance do segmento de ultrabooks até os notebooks para jogos e serão as GPUs independentes mais populares utilizadas com o processador Ivy Bridge a ser lançado pela Intel.”

“O Acer Aspire Timeline Ultra M3 traz um nível de performance superior à categoria dos Ultrabooks”, afirma Sumit Agnihotry, vice-presidente de marketing de produtos da Acer America. “Com a GPU GeForce embarcada, nosso fino e leve Ultrabook é capaz de executar todas as tarefas que o consumidor desejar, sem comprometer seu desempenho”.

Disponibilidade
A GPU NVIDIA GeForce GTX 680 será disponibilizada em breve por parceiras de placas de suplemento líderes do mundo com preço sugerido e estimado de R$ 1.999,00.

A linha de GPUs NVIDIA GeForce 600M, também já disponível, inclui a GTX 675M, GTX 670M e GTX 660M para notebooks feitos para entusiastas e para jogos; a GT 650M, GT 640M e GT 640M LE para performance e notebooks finos e leves e a GT 620M para ultrabooks e notebooks básicos.

Mais informações sobre as novas GPUs GeForce GTX 680 e 600M estão disponíveis em www.geforce.com e nas redes sociais NVIDIA Brasil no Facebook e @nvidiabrasil no Twitter.

(1)     Baseado no teste Microsoft sub D11 DX11 SDK com divisões de patch em 31. Comparando a GTX 680 com a Radeon HD 7970. Operando em tela cheia com resolução de 25×16 sem AA. O driver gráfico para a HD 7970 foi o Catalyst 12.2 pré-certificado. O driver da NVIDIA utilizado foi o driver em desenvolvimento 300.70.

(2)     Baseado no Elder Scrolls V: Skyrim ‘Indoors level’. Comparando a GTX 680 com a Radeon HD 7970. Operando em tela cheia com resolução de 19×10 com as configurações ‘Ultra’ de jogos. O driver gráfico para a HD 7970 foi o Catalyst 12.2 pré-certificado. O driver da NVIDIA utilizado foi o driver em desenvolvimento 300.99.

(3)     Comparando TDP de 250 watts para a HD 7970 com os 195 watts consumidos pela GTX 680.

Sobre a Zotac GeForce GTX 680 – A ZOTAC, fabricante de placas-mãe, placas gráficas e miniPCs, anuncia o lançamento da placa gráfica GeForce GTX 680. A novidade chega ao mercado com novo design e potência para executar jogos de maneira realista e possibilidade de conectar diversos monitores. Com as tecnologias NVIDIA® GPU Boost e NVIDIA® Adaptive Vertical Sync, a placa carrega rapidamente cenários complexos de games, eliminando problemas como travamento ou lentidão. A GeForce GTX 680 tem núcleo Kepler GK104, oferece banda de 256 bits e 2GB de RAM GDDR5. Além disso, a placa é equipada com clock de 1.006 MHZ e a tecnologia Dynamic Clock Adjustment, que monitora constantemente o consumo de energia e o compara com o TDP máximo permitido para o modelo, cruza a informação com o volume de dados para definir o clock e o nível de aceleração da GPU. Estabelecendo novos padrões para placas gráficas, a GeForce GTX tem 1536 CUDA Cores, três vezes o valor da GTX 580 da geração anterior de placas gráficas.

Sobre a Point of View GTX 680 – Com o auxílio do DirectX 11 e do shader model 5.0, a POV Geforce GTX 680 possui características e desempenhos incríveis, jamais vistos em qualquer outra placa de vídeo até hoje. A POV Geforce GTX680 dá um grande e surpreendente salto em relação ao poder de processamento, características para melhora de desempenho, expansão de conectividade e aumento de eficiência energética e do sistema de gerenciamento de energia. A tecnologia GPU Boost gerencia o clock atual dinamicamente e maximiza (ou minimiza) a velocidade do clock de acordo com a demanda atual. Outro recurso é o NVIDIA FXAA que permite ativar o anti-aliasing na velocidade da luz automaticamente. A POV GeForce GTX 680 está disponível através do revendedor Point Of View.

Sobre a EVGA GTX 680 – A nova placa de vídeo da EVGA oferece um desempenho de virar o jogo. Oferece recursos totalmente novos como o NVIDIA SMX Engine – Mecanismo de processamento totalmente remodelado que oferece o dobro do desempenho/potência do que as gerações anteriores, Tecnologia NVIDIA GPU Boost – a placa ajusta sua velocidade de clock para oferecer o máximo em desempenho e longevidade, NVIDIA FXAA – Permite antisserrilhamento de alta velocidade em uma ampla variedade de jogos, com um simples clique do mouse, entre outros. A nova EVGA GTX 680 possui oferece desenho de PWM com cinco ou mais fases. Isso lhe oferece o melhor fornecimento de energia e espaço para overclocking. A preocupação da EVGA com a qualidade é digna de menção, desde o desempenho e a aparência, até o conteúdo da embalagem e a proteção. As placas da EVGA são enviadas com capas de proteção envolvendo os componentes críticos, o que elimina a preocupação com poeira ou eventuais danos.

Sobre a NVIDIA

A NVIDIA (NASDAQ: NVDA) despertou o mundo para o poder da computação visual quando, em 1999, criou uma unidade dedicada exclusivamente ao processamento gráfico, a GPU. Atualmente, seus processadores estão embarcados em uma grande variedade de produtos, desde smartphones até supercomputadores. Os processadores NVIDIA Tegra® são utilizados em celulares, tablets e sistemas de infoentretenimento em automóveis. Os gamers confiram nas GPUs GeForce® para alcançar uma experiência única de realismo nos jogos de última geração. Já os processadores Quadro® são adotados por profissionais que demandam alta precisão gráfica em seus projetos. E pesquisadores utilizam as GPUs Tesla® para transpor as fronteiras da ciência por meio da computação de alta performance. Fundada em 1993 e com sede na Califórnia, a NVIDIA detém mais de 4.500 patentes. Com receita de US$ 4 bilhões no ano fiscal 2011/12, a companhia conta com 6.800 profissionais e mantém operações em mais de 20 países, incluindo o Brasil. Mais informações: www.nvidia.com.br. Assista NVIDIA no Discovery Channel: http://www.youtube.com/watch?v=iX93vj2zclM

Os comentários estão desativados.