Mercado de tablets no Brasil

Desde que foram lançados, os tablets vêm provocando uma verdadeira revolução na indústria de tecnologia. Capazes de executar a maior parte das tarefas realizadas em um desktop ou notebook, mas com inúmeras vantagens sobre esses equipamentos, os tablets são o exemplo claro do que o usuário procura na era pós-PC: mobilidade, facilidade e alta capacidade de processamento.

 O Gartner estima que 70 milhões de tablets serão vendidos em 2011 em todo o mundo. No Brasil, as vendas também crescerão e, segundo estimativa do IDC, deverão atingir 300 mil unidades.

 Os modelos Xoom Motorola, LG Optimus Pad, Samsung Galaxy Tab 10.1, Acer Iconia Tab A500, ASUS Eee Pad Transformer e Toshiba Honeycomb são alguns dos modelos que chegam ao mercado brasileiro acirrando a disputa com o iPad.

 Recentemente enquadrado nas leis de incentivo à fabricação de computadores no país (Lei do Bem e Lei da Informática), os tablets produzidos no Brasil contarão com uma redução em 31% na carga tributária que incide sobre o produto, com a isenção de PIS/Cofins e a redução de impostos como IPI e ICMS. A Motorola e a Samsung são algumas das empresas que anunciaram a fabricação de seus tablets no Brasil.

 Para falar sobre esse assunto, sugerimos como fonte o diretor-geral da NVIDIA no Brasil, Richard Cameron. A NVIDIA desenvolve os chips dual-core Tegra 2 que estão presentes na maioria dos tablets anunciados para o mercado brasileiro. O executivo está à disposição para falar sobre este novo mercado e o que ele representa para as indústrias de PC e computação móvel no país, assim como as tendências para as próximas gerações de tablets que virão equipados com chips com quatro núcleos de processamento.

 XOOM Motorola – primeiro tablet com processador dual-core NVIDIA Tegra 2 e sistema Android Honeycomb 3.0, tem tela de 10,1 polegadas, Full HD e câmera frontal de 5 megapixels.

 LG Optimus Pad – tablet com processador dual-core NVIDIA Tegra 2, sistema Android Honeycomb 3.0, tela de 8,9 polegadas.

 Samsung Galaxy Tab 10.1 – com processador dual-core NVIDIA Tegra 2, sistema Android Honeycomb 3.0, tela de 10,1 polegadas, resolução  de 1280X800 pixels e câmera de 8 megapixels.

 Acer Iconia Tab A500 – com processador dual-core NVIDIA Tegra 2, sistema Android Honeycomb 3.0, tela de 10,1 polegadas, saída HDMI e conexão 4G.

 ASUS Eee Pad Transformer – com processador dual-core NVIDIA Tegra 2,  tela multitouch de 10,1 polegadas com tecnologia Gorilla Glass, câmera traseira de 5 megapixels, câmera frontal de 1,2 megapixels, giroscópio, GPS e sistema operacional Android Honeycomb 3.0.

 Toshiba Tablet – com processador dual-core NVIDIA Tegra 2, tela de 10,1 polegadas e resolução de 1.280×800 pixels.

 Sobre a NVIDIA

A NVIDIA (NASDAQ: NVDA) despertou o mundo para o poder da computação visual quando, em 1999, criou uma unidade dedicada exclusivamente ao processamento gráfico, a GPU. Desde então, vem desenvolvendo soluções que visam a potencializar a experiência multimídia de usuários de dispositivos móveis, notebooks e PCs. Reconhecida no mercado pelo maciço investimento em inovação, que culminou no lançamento do primeiro kit 3D para PC, a NVIDIA possui soluções voltadas tanto para usuários domésticos, quanto para profissionais. Os processadores GeForce®, por exemplo, são amplamente difundidos no mundo dos games, enquanto os processadores Quadro® são adotados por empresas que demandam extrema precisão gráfica em seus projetos. Fundada em 1993 e com sede na Califórnia, a empresa detém mais de 1.800 patentes nos EUA. Com receita de US$ 3,54 bilhões no ano fiscal 2010/11, a NVIDIA conta com 5.700 profissionais e mantém operações em mais de 20 países, incluindo o Brasil.

 Mais informações: http://www.nvidia.com.br/

Assista NVIDIA no Discovery Channel: http://www.youtube.com/watch?v=iX93vj2zclM

Anúncios

Os comentários estão desativados.