Estudo geológico do leste africano destaca capacidade da região para atividades de petróleo e gás

Desenvolvido pela Astrium GEO-Information Services, o mapeamento abrange uma extensão de 4,5 milhões de km2 do Vale do Rift.

 A Astrium GEO-Information Services acaba de concluir um estudo exclusivo de interpretação geológica da área que compreende o Grande Vale do Rift, um complexo de falhas tectônicas contínuas com aproximadamente 5 mil quilômetros de extensão e que se estende desde a montanha de Kilimajaro, na Tanzânia, até o Mar Vermelho.

 É o primeiro estudo contendo um conjunto de dados geográficos integrados no qual é possível notar o potencial da região para a prospecção de hidrocarbonetos e a identificação de vazamentos naturais de óleo na superfície do solo, sendo um ponto de partida para atividades de Pesquisa & Desenvolvimento por parte de empresas de petróleo, gás e mineração.

 A partir das informações coletadas por meio de satélites de observação da Terra, dotados de sensores ópticos e por radar, foi possível extrair uma base de dados de uma extensão de 4,5 milhões de km2, que inclui os maiores lagos da região. Uma das conclusões foi que o escoamento do petróleo ocorre predominantemente nos extensos lagos na parte ocidental do Vale do Rift, tais como os lagos Albert, Edward e Tanganyika. Também foram gerados mapas impressos em uma escala de 1:500.000. O mapeamento envolve os seguintes países: Eritreia, Djibouti, Somaliland, Etiópia, Uganda, Quênia, Malawi, Ruanda, Burundi, Tanzânia e Moçambique.

 “O Vale do Rift Africano é cada vez mais visto como uma região com amplo potencial para exploração de óleo e gás, especialmente por conta das recentes descobertas de jazidas no Albertine Rift e na Tanzânia. Os dados fornecem uma interpretação consistente sobre a geologia de superfície e a localização do vazamento desses hidrocarbonetos na região. Trata-se do primeiro estudo no formato digital para esta parte da África Oriental, que disponibilizará informações precisas e confiáveis para um grande número de pessoas”, explica Pierre Duquesne, diretor-geral da Astrium GEO-Information Services no Brasil.

 Com mais de 25 anos de atuação no mercado de sensoriamento remoto, a Astrium GEO-Information Services é especialista no fornecimento de produtos e serviços de observação da Terra e informação geográfica, que são utilizados por governos, empresas e ONGs como ferramentas de inteligência para aplicações nas áreas de energia, mineração, agricultura e meio ambiente, engenharia e infraestrutura, planejamento urbano, defesa e segurança pública, entre outras.

 Sobre a Astrium GEO-Information Services

Criada por meio da união entre a Infoterra e a Spot Image, subsidiárias da EADS Astrium, a Astrium GEO-Information Services fornece um portfólio de produtos e serviços de observação da Terra e informação geográfica que têm como objetivo agregar valor aos seus clientes. A companhia opera uma constelação de satélites multiresolução com sensores ópticos (SPOT) e sensores por radar (TerraSAR-X, TanDEM-X). A Astrium GEO oferece ainda imagens provenientes de outros satélites programáveis de parceiros, como Formosat-2 e Deimos. Com alto nível de precisão e escala global, essas imagens são amplamente utilizadas por governos, empresas e ONGs como ferramentas de inteligência para aplicações nas áreas de agricultura e meio ambiente, energia, engenharia e infraestrutura, mineração, planejamento urbano, defesa e segurança pública. A companhia conta com cerca de 1 mil profissionais e escritórios em mais de 20 países, entre eles o Brasil. A Astrium-GEO dispõe de um mosaico de imagens atualizadas em alta resolução cobrindo todo o território nacional. Mais informações: http://www.astrium-geo.com/

Anúncios

Os comentários estão desativados.