Asyst International registra crescimento e fatura R$ 61 milhões em 2010

Diante da conquista de novos contratos, renovação com antigos clientes e expansão da presença internacional, a empresa especializada em Service Desk, registra aumento de 22% em sua receita. Para 2011, a meta é faturar R$ 70 milhões.

Mercado aquecido aliado à prestação de serviço de qualidade. Devido a esses fatores, a Asyst International (http://www.asystinternational.com/) – primeira empresa global de TI especializada em Service Desk – encerra o ano de 2010 com um crescimento de 22%, faturando R$ 61 milhões. Para 2011, a expectativa da empresa é atingir uma receita de R$ 70 milhões. O bom ano também deve-se à conquista de 15 clientes e à expansão internacional da companhia, que ampliou sua presença na América Latina e inaugurou sua operação na Inglaterra.

“O ano de 2010 foi muito importante para a Asyst International. Acredito que com a consolidação dos negócios e o bom momento que o segmento de serviços vive, conseguimos solidificar ainda mais a nossa operação no Brasil e na América Latina, o que permitiu a nossa expansão para o mercado europeu”, comemora Francisco Ricardo Blagevitch, presidente da Asyst International. O executivo ainda destaca que, ao longo do ano, além das novas contas, a empresa ainda renovou e ampliou contratos com os clientes que já possuem em carteira. Atualmente, atendem 100 grandes companhias em todo o mundo.

Para suportar o crescimento, a companhia ampliou suas estruturas no Brasil e na Argentina. Em solo nacional, a Asyst International passou a ocupar novos andares do prédio em que possui suas instalações. Já na Argentina, a empresa inaugurou uma nova unidade, com 500 metros quadrados, na Roque Saenz Peña, uma das principais avenidas de Buenos Aires. “Essa ampliação já é uma preparação para um crescimento ainda maior que prevemos para os próximos anos. Somos um país promissor para o setor de TI, que deve conquistar ainda mais espaço no mercado global por ter em seu DNA a prestação de serviços e preços competitivos. Sem dúvidas, o Brasil tem potencial para se tornar hub mundial de serviços de Service Desk”, afirma Blagevitch.

Dados de mercado comprovam essa expectativa. Segundo projeção do IDC o setor de serviços de TI da América Latina deve movimentar US$ 21,3 bilhões em 2011, o que representará aumento de 9,2% em relação ao ano passado. De acordo com a consultoria, o segmento de outsourcing de TI será o que registrará o crescimento mais sólido neste ano, aproximadamente 11,5%. No primeiro semestre de 2010, o setor de serviços terceirizados de TI faturou US$ 3 bilhões, cifra que representou uma expansão de 24% na comparação com o mesmo período de 2009.

Segundo Blagevitch, outro fator importante para a conquista dos bons resultados é o fato da empresa ser a primeira brasileira a obter a certificação ISO 20.000. Atualmente, a companhia conta com projetos certificados em 12 clientes, em 32 endereços. “Certamente, esse título nos insere em outro patamar, pois não ficamos em promessas, mas sim em conquistas, o que garante a qualidade do nosso trabalho”, diz o presidente. A companhia conta com 1240 colaboradores em regime CLT na América Latina e atende a mais de 600 mil chamados por mês.

Sobre a Asyst International
Primeira empresa global de TI especializada em Service Desk. No Brasil desde 1985, com filiais na Argentina, no Chile e na Inglaterra, mantém alianças operacionais nas Américas, além de atuar remota e presencialmente em mais de cem países, oferecendo suporte tecnológico em 12 idiomas. Com metodologia própria de trabalho e processos baseados nas melhores práticas do ITIL, é a única companhia de TI 100% focada em Service Desk; e a primeira a obter a certificação ISO 20.000 na América Latina para essa categoria. Em 2010, registrou faturamento de R$ 61 milhões e, para 2011, a meta é faturar R$ 70 milhões. Atende atualmente 100 grandes clientes em todo o mundo, entre eles, Clariant, Construtora Andrade Gutierrez, DASA, Dupont, Grupo Camargo Corrêa, Henkel, Johnson & Johnson, Kimberly Clark, KPMG, Sanofi-Aventis, SKY, Solvay Indupa, Suzano Papel e Celulose, Toyota do Brasil, Tetra Pak e Voith. Para mais informações, acesse http://www.asystinternational.com

Anúncios

Os comentários estão desativados.